Como muitos celulares estão na América Latina?

Desde finais dos anos 80, quando ele faz a primeira chamada pelo uso do telefone celular deixou de ser apenas para pessoas de alta renda para ir juntando e chegar a todas as partes do mundo e para qualquer setor da população. E, claro, o Brasil não tem sido a diferença desde o ano de 2011 o número de telefones celulares no país ultrapassou 18% da população total, ou seja, as linhas ativas totais fechados este ano em 279 milhões, enquanto o população total é de 200 milhões de pessoas. Portanto, E-RECARGA-SC distribuidor autorizado Recargapay fornece o serviço de recarga através de seu aplicativo que pode ser baixado para telefones móveis ou também ter um nome de usuário e senha no site e-recarga-sc.com .br. Este serviço aplica-se aos 6 grandes empresas operacionais de telefonia móvel no Brasil, tais como: TIM, Claro, Vivo, Oi, Algar Telecom e Nextel.

América Latina define a tendência de crescimento

O mercado de telefonia na América Latina é apresentada como a grande promessa para o mundo da telefonia, tanto para grandes operadores e fabricantes de dispositivos móveis, devido ao crescimento enorme e sustentado que tomou o nosso mercado. Não importa o quão triste é o lugar onde você está hoje na América Latina, é quase impossível não encontrar uma pessoa que não tem um telefone celular, e não apenas qualquer móvel, mas um de última geração. Desde o Presidente da República a um trabalhador que só ganham salário mínimo tem um telefone celular, porque, tendo este pequeno dispositivo nos dias de hoje tornou-se quase um recurso indispensável. 98% da população subscreve a uma linha telefônica, enquanto que 84% dos lares possuem pelo menos um telefone de linha ativa em sua casa, e em termos gerais, até meados de 2013 a América do Sul teve 632 milhões de linhas e 319 milhões de usuários ativos, ou seja, 52% da população tem a possibilidade de ter um telefone celular, e é equivalente a um total de 1,04 por pessoa SIM representando uma penetração de 104% cartões. Com estes números, a América Latina é superior à média global, onde o número de penetração de linhas é de 85%, enquanto o número de penetração de usuários é de 38%. No entanto, o grande número de usuários e linhas ativas não se tornaram grandes lucros para os operadores, e que, no total, a América do Sul contribui com apenas 10% do mercado. Um dos principais motivos foi a baixa penetração bancária em nossa região, que não permite mais oportunidades de financiamento para os usuários de telefone celular. Portanto, a nossa empresa E-RECARGA-SC oferece aos nossos usuários diferentes formas de pagamento. Como cliente, você pode digitar o seu celular de crédito com mais de 20 diferentes opções de pagamento para o Brasil através do uso de cartão de crédito ou cartão de débito. Se você não tiver um cartão de crédito, você pode fazer seus pagamentos em pontos físicos localizados no Brasil aprovada pelo site e são claramente identificados, que se você quiser pagar em dinheiro ou, em alternativa, pode proceder a transferências ou reservatórios cancelar o montante de sua operação. Da mesma forma, oferecemos a possibilidade de dividir em parcelas o valor total de um pouco de pagamento mais flexível e conveniente para todos os nossos usuários.

A curva de crescimento é global

O nível de crescimento da tecnologia móvel é sem precedentes na história. Desde que os preços tendem a cair, prevê-se que continue a aumentar o uso de celular, expandindo para áreas mais rurais. Atualmente, o número de linhas telefônicas é igual ao número sete bilhões de pessoas no mundo. as comunicações móveis oferecem oportunidades valiosas para promover o desenvolvimento humano e económico do acesso a informações básicas de saúde para pagamentos em dinheiro, aumentando a criação de emprego e incentivos para a participação dos cidadãos nos processos democráticos. O desafio agora é incentivar as pessoas, empresas e governos de países em desenvolvimento para criar seus próprios aplicativos móveis relevantes para o contexto local, para que eles possam tirar o máximo proveito dessas oportunidades.

Onde é mais barato para falar ao telefone?

Na América Latina, há diferenças entre os preços de um país e outro. Os principais pontos estão localizados na Nicarágua, um país onde o telefone é o mais caro de toda a região, ao contrário do seu vizinho Costa Rica com serviços mais baratos. América do Sul, Nicarágua, Brasil e Argentina são os países onde é mais caro para usar o telefone celular com taxas pré-pagos de 0,91, 0,77 e 0,65 dólares por minuto. Nicarágua está localizado no número 14 dos países do mundo com o telefone mais caro, as razões para esta diferença é definida principalmente pelas deficiências no desenvolvimento de infra-estrutura para telecomunicações, bem como a falta de incentivo para promover um o aumento do investimento e das condições legais que não ajudar a impulsionar esta indústria. No entanto, as pessoas tornaram-se conscientes e tentou encontrar soluções para estes preços elevados, mas ainda não surgiu com medidas específicas. Em outros países como Honduras e Venezuela uma situação similar ocorre. Por outro lado, os serviços de telefonia móvel em Costa Rica são os mais econômicos, e pode custar 10 vezes menos do que o que você paga para o mesmo serviço, na Nicarágua. A razão para um preço mais barato em Costa Rica é devido, principalmente, ao investimento que tem sido feito em tecnologia de telecomunicações e também as pessoas olhando para ter planos de internet em casa e de alta velocidade, tornando-o mais acessível para todos o país. Outros países onde é econômico usar celular são no Panamá e Paraguai. Outro fator que também influencia há uma grande diferença de um país para o outro, devido às condições econômicas de cada país, o equivalente da moeda local em relação ao dólar, além de controlos aduaneiros. Todos esses fatores estão além das condições de concorrência entre os operadores e os preços a que estes vendem os seus serviços. Se o seu rendimento é muito econômico e muito caro, você pode recargar seu celular através e-recarga-sc.com.br, nosso site foi criado para atender a todas as exigências dos utilizadores dos principais operadores no Brasil que estão em todas as partes do país, trazendo soluções em tempo real para o crédito praticamente, pois sabemos da urgência da qual podemos tomar o nosso telefone celular em momentos de dificuldade e hoje mais necessária ainda tem uma linha telefônica ativa. Os telefones celulares são de grande importância na sociedade, com a sua evolução tem sido visto como tendo um âmbito mais amplo, o caso não só para informar as pessoas enquanto estão longe, mas também para realizar todas as operações a partir do pequeno aparelho. Além deste nós permitimos que nossos usuários também realizarem as suas operações em países como Argentina, Colômbia, Chile, Espanha, México e Estados Unidos.

O que está faltando para melhorar os serviços?

Embora seja verdade que em nossa região o número de linhas excede o número de habitantes, a maioria dos smartphones estão cada vez mais adquirir e há cada vez mais ambos os planos pré-pagos e pós-pagos, a realidade é que o número de queixas de usuários estão focados principalmente em mau sinal tanto de telefonia e de Internet quando coleta de aluguel planos e quão difícil é mudar linha de telefone ou plano. Esta situação, que tem cada vez mais protestos de usuários, a maioria delas por meio de redes sociais queixas relacionadas com os operadores de serviço, e exigem que eles devem impor uma punição para o mau serviço. Enquanto isso, os principais produtos da nossa região responder a estas alegações, argumentando com os projectos e medidas tomadas para resolver todos estes problemas. operadoras de telefonia móvel para investir 193.000 milhões na América Latina até 2020, onde as linhas de alta capacidade 4G-LTE este ano cobrir 75 por cento da região. Este investimento de capital será quase o dobro ao feito na área entre 2008 e 2013. A aceleração das implementações de rede significa que a cobertura 4G está disponível em 76 por cento dos latino-americanos, em comparação com 35 por cento no final de de 2014. Mas o problema subjacente pode ir além de simplesmente ser um serviço ruim. Devido ao rápido crescimento da telefonia móvel em nossa região, e também à falta de investimento levou a infra-estrutura para a quantidade de hoje linhas existentes é insuficiente para atender perfeitamente com todos os requisitos. Por outro lado, a infra-estrutura de telecomunicações que existe na América Latina foi construído a partir de apenas 15 anos e na maior parte está concentrada nas cidades e grandes centros populacionais, deixando muitos lugares remotos fora de sinal é aí que o problema é exacerbado. Para ampliar o alcance destes para ser equipamento instalado que exigem mais difícil obter licenças diárias. Outro fator que afeta é o espectro eletromagnético é o espaço onde o sinal vem através de muitas vezes, deve ser expandido, mas é restrito, porque ele é atribuído principalmente para países desenvolvidos

>>> Baixar em Android e pague pelos seus serviços

>>> Baixar em iOS para recarregar seu celular e outros 

Escrito por: CAPD

Contribuição para o leitor: Conhecendo o número de linhas ativas em nossa região, a taxa de penetração das linhas e dos usuários, os preços, dependendo do país, o crescimento da telefonia e superar problemas para um melhor serviço.

Principais fontes:

– anatel.gov.br/dados/index.php/component/content/article?id=283

– hipertextual.com/archivo/2013/11/gsma-telefonia-celular-latinoamerica/

– bancomundial.org/es/news/feature/2012/07/18/america-latina-telefonos-celulares

– bbc.com/mundo/blogs/2014/01/140108_blog_un_mundo_feliz_radiografia_movil_america_latina

Fontes secundárias:

– diez.hn/otrassecciones/videojuegosytecnologia/817131-99/los-países-con-la-telefonía-más-barata-y-más-cara-de-américa

– es.comunicas.org/2014/01/13/america-movil-y-telefonica-lideres-del-mercado-en-latinoamerica/

– bbc.com/mundo/noticias/2015/03/150302_economia_tarifas_celulares_lf

– eltiempo.com/economia/sectores/telefonia-movil-quiere-invertir-mas-en-america-latina/15330335

Deixe um comentário